21 de jun de 2015

Dilma, em queda livre

Não dá mais! 

Nem os militantes e nem o reduto nordestino que a estimava apoiam Dilma.

A cada dia, um novo golpe naqueles que ainda nutriam um pouco de simpatia por ela.

Agora, depois do escândalo das construtoras, ficará mais difícil a sustentabilidade do governo. E estamos apenas no 1o semestre do segundo mandato, que, definitivamente, ela não completará.

Parece que o negócio é arquitetar uma saída de emergência antes que o cenário piore, pois, pior do que está, pode ficar sim...Muito pior...
Lembrando que ainda enfrentamos uma crise hídrica e a Polícia Federal nem mexeu com o BNDS...