9 de abr de 2012

Por que sou contra o MMA ?


Irineu Tolentino

Para quem não sabe, MMA é um acrônimo para “Mixed Martial Arts” (Artes Marciais Mistas), tido como evento esportivo. Mas, para mim, não se trata de um simples evento “esportivo”, mas de um verdadeiro culto à violência, um evento que contraria todas as campanhas pela paz.

Por mais que nesses eventos haja “campanhas” (com frases inscritas nos uniformes e no octógono) "contra a pedofilia e as drogas" (o que à primeira vista é louvável), na verdade, esse marketing institucional pretende facilitar a penetração desses eventos no conceito das pessoas, flexibilizando-as para que sejam aceitos, sem se preocupar com o fato de que a sociedade já não suporta mais os elevados níveis de violência.

Hoje, crianças (de escolas pública e particulares), marcam lutas entre grupos “rivais” através das redes sociais (Orkut, Facebook, Twitter, etc), como se fossem selvagens que se encontram nas selvas de outrora; crianças esfaqueiam crianças nas escolas, queimam professores, lutam contra irmãos, matam pai e mãe...

Não sou contra as academias de luta. Acho que elas devem existir para ensinar modalidades civilizadas, com equipamentos de segurança, e não para estimular a luta entre pessoas, o nocaute a qualquer custo, mesmo que tingindo de sangue.

O objetivo do ser humano é evoluir material, moral e espiritualmente, de modo que devemos deixar para trás as atitudes medievais, como já o fizemos com as brigas de galos, cachorros, rodeios, farras do boi e circos com animais. Já passamos dessa fase. Por que regredir permitindo a violência entre as pessoas?

A cultura deve mudar para melhorar o Homem, não para transformá-lo num cão de briga.

Antigamente, os gladiadores buscavam fama e dinheiro através das lutas agressivas. Hoje, porém, na sociedade moderna, tais práticas não têm mais espaço. Nem o Coliseu se presta mais para isso.

Se sem assistir aos eventos de MMA a coisa já foge do controle até mesmo entre parlamentares (http://bit.ly/nH9qvw ), imaginem o que aconteceria com as crianças se estimulássemos as lutas pela televisão...

Se políticos maduros, em solenidades oficiais, partem para agressões físicas por sucumbirem aos instintos animalescos mais vis do Homem, o que fariam os adolescentes inflamados pelo “glamour” das lutas televisionadas, embaladas por propostas de fama e dinheiro?

Eu poderia tecer uma outra série de argumentos contra o MMA, mas acho desnecessário face o absurdo visível que é sua promoção. Você mesmo, caro leitor, pode assistir a uma luta dessas e ver, com seus próprios olhos, do que estamos falando.

Enfim, com todo o respeito à opinião do Senador Magno Malta (http://bit.ly/HagNb6 ), do Ex-Senador Artur Virgílio (http://bit.ly/Hv7mBp ) e do Deputado Federal Acelino Freitas (http://bit.ly/Huiqko ) - todos praticantes ou ex-praticantes de esportes de luta -, sou contra o MMA e apoio com todo o louvor, e declaradamente, a iniciativa do deputado José Mentor.

Diga não ao MMA!

#ForaMMA

Chega de violência!

______________________________________________

Veja  abaixo  algumas imagens de lutadores  de MMA. 


34 comentários:

  1. Seu merda! Isso é um esporte com suas consequências! Pra quem é conhecedor de luta, sabe que agora o MMA está mais ''light'' do que nunca. O Pride era violência pura sem regras, hoje temos regras para garantir cada vez mais a integridade física do atleta.
    Se você não sabe o box é mais prejudicial ao atleta do que o MMA, pelo fato da luta ser interrompida pelo árbitro quando o competidor fica sem reação. No box existem muitos rounds e os chamados nockdonws que não são encontrados no MMA, se você não sabe o que é o nockdonw pesquise! a luva do MMA faz menos mal a cabeça do que a do box, pelo fato da energia dos golpes serem dissipadas externamente, já a do box é interna, são ferimentos internos e coágulos. Isso é tudo. hipócrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Também sou contra quem fala de um esporte sem conhecer seus fundamentos, mas dizer que o Pride não tinha regras é uma bobeira tão grande como. As regras do Pride eram diferentes das do UFC em alguns aspectos, mas ainda assim a integridade física dos atletas era uma preocupação, se o que te levou a ter essa impressão foram os "Pisões" de Wand e Shogun ou "Tiros de Meta", por outro lado, cotoveladas no solo eram proibidas. Com relação aos termos, o correto é Knockdown e Boxe, o Knockdown acontece no MMA e é pontuado, a diferença é que a luta não é interrompida para abertura de contagem e quando o outro atleta demonstra superioridade e controle da luta o árbitro a interrompe.

      Excluir
  2. Seu merda! Isso é um esporte com suas consequências! Pra quem é conhecedor de luta, sabe que agora o MMA está mais ''light'' do que nunca. O Pride era violência pura sem regras, hoje temos regras para garantir cada vez mais a integridade física do atleta.
    Se você não sabe o box é mais prejudicial ao atleta do que o MMA, pelo fato da luta ser interrompida pelo árbitro quando o competidor fica sem reação. No box existem muitos rounds e os chamados nockdonws que não são encontrados no MMA, se você não sabe o que é o nockdonw pesquise! a luva do MMA faz menos mal a cabeça do que a do box, pelo fato da energia dos golpes serem dissipadas externamente, já a do box é interna, são ferimentos internos e coágulos. Isso é tudo. hipócrita!

    ResponderExcluir
  3. Noossa! Como esse Danilo é grosseiro!
    Se essa luva de MMA é tão boa ele deveria usar uma na língua!

    Bárbara, SJ Campos/SP

    ResponderExcluir
  4. Bárbara, você deveria usar o seu cérebro. só isso.

    ResponderExcluir
  5. Taí,o porquê,de acharmos o MMA um esporte violento!É só analisarmos o comentário da pessoa que critica esse post!Dá pra perceber o quanto é agressivo,através do seu comentário!Há outras maneiras de se contrariar um comentário,e de forma mais educada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o Danilo disse, de forma inadequada mas correta em alguns pontos, o MMA não é mais violento que o Boxe, a luva menor é adequada para luta de solo (Grappling), mas aumenta a possibilidade de ocorrência de cortes. Voltando à comparação, no Boxe são mais de dez assaltos (Rounds) onde o lutador, mesmo sofrendo um Knockdown, tem a chance de voltar ao combate e isso acarreta danos internos principalmente ao cérebro e comprovadamente são responsáveis pelo desenvolvimento de Alzheimer e Parkinson em ex-atletas. Apesar de não não vermos lacerações, o estrago é maior e existem vários casos de morte no ringue, ao contrário do MMA, cuja extensão de danos é apenas superficial, e a pele por ser muito irrigada, ao romper proporciona visões que para muitos são perturbadoras, mas não passa disso. Vale dizer que atletas que sofrem nocautes são avaliados e até suspensos de treinamentos para acompanhamento médico.

      Excluir
  6. Ridículo esse texto! acho que o Danilo se expressou mal sim, mas concordo com as ideias dele(principalmente com o fato da Barbara ter que usar o cérebro) e você querido hipócrita, ignorante escritor desse ridículo texto... qual é o seu problema??? se uma criança mata o pai ou a mãe é por que ela vê lutas de MMA?? claro que não! é por que ela tem problemas psicológicos e precisa de tratamento! e existe violência em todas as partes infelizmente, não é só na televisão, não só nas lutas que passam nela, até porque toda luta é uma luta, e em todas elas, assim como no MMA existem regras que são cumpridas! Enfim... você é um hipócrita que não sabe o que está falando, antes de fazer um post sobre qualquer assunto, eu vou te dar uma dica... PESQUISE SOBRE ESSE ASSUNTO PARA NÃO FALAR BESTEIRA!
    PS: é bom você aprender a usar o ponto de interrogação, já que se diz um blogueiro. Pelo título parece que você está perguntando aos leitores se você é contra ou à favor do MMA, e no texto inteiro você afirma que é contra(apesar de não ter conhecimento o suficiente para falar do assunto)
    Beijos, Érika

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Érika, concordo em partes com você e com Danilo, mas estamos tratando de opiniões aqui, e ao perceber que o autor da matéria desconhece alguns aspectos do MMA, devemos como defensores do esporte elucidar essas dúvidas e permitir um maior entendimento por parte dele e de seus leitores. Não é se mostrando intolerante que mudamos a opinião de alguém, se ler o subtítulo do blog verá que isso não é uma pesquisa científica, e em se tratando de opinião, é direito dele dizer o que acha e nosso dever dar a ele motivos para pensar diferente. Arrisco a dizer que tanto você quanto Danilo não são praticantes de Artes Marciais baseado nos seus comentários indisciplinados e carregados de raiva que contrariam os valores estimados por professores sérios, por isso recomendo que busquem uma boa academia para descarregarem essa agressividade de uma forma produtiva. Abraços!

      Excluir
  7. Lutar MMA é pra quem não tem capacidade de aprender algo inteligente para fazer, os comentários vulgares que li são mais uma prova disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio, não generalize, o fato de um ou outro entusiasta do esporte serem mal-educados tem mais relação com a criação familiar do que com o esporte que eles gostam, caso contrario, poderíamos dizer que todo fã de futebol é um vândalo arruaceiro. Existem vários lutadores formados, Shane Carwin é engenheiro, Rich Franklin era professor e existem educadores físicos, fisioterapeutas e outros lutando MMA. É importante conhecer o esporte antes de julgar baseado em algumas fotos ou acontecimentos em lutas específicas.

      Excluir
    2. Nota-se pelos comentários dos defensores desta selvageria que é o MMA, que eles extravasam os seus desequilíbrios assistindo homens massacrando outros... Desequilibrados até no momento de fazer um comentário... Lembrem que após uma partida de futebol com grandes craques como Messi... Neymar...
      As crianças admiadoras destes, saem as ruas para imitar seus ídolos ... O que vocês acham que uma criança admiradora do MMA sente vontade de fazer após as lutas?

      Excluir
    3. Excelente comentário Anônimo"

      Excluir
    4. Excelente comentário Anônimo"

      Excluir
  8. Eu acho que existem coisas mais importantes para se preocupar do que com um esporte.... vai procurar ajudar as pessoas menos favorecidas, as pessoas que estão no sinal ao lado da sua casa, voce por ter certeza que não existe um lutador de MMA que usa as tecnicas para agredir alguem indefeso, ou que rouba pessoas e sai dando porrada por ai a torto e a direita... pelo contrario vejo noticias de praticantes de artes marciais ajudando pessoas que estão sendo agredidas covardemente, roubadas, etc.... quem diz coisas absurdas como as que voce escreveu não conhece o dia a dia de uma academia e nem os valores das artes marciais, de respeito entre as pessoas....

    ResponderExcluir
  9. Aos que ainda não entenderam o espírito do texto, esclareço que não sou contra os lutadores de MMA, sou contra a luta em si, e contra toda forma de violência despropositada; da mesma forma, que um médico não é contra o doente mas contra a doença.
    Ressalto, finalmente, que não fui deselegante com ninguém, apenas exerci meu DIREITO de livre manifestação. Esta é a minha opinião: Sou contra mesmo.
    Até agora não vi nenhum argumento plausível (e educado) que me demovesse desse posicionamento.

    ResponderExcluir
  10. MMA e um esporte, com seus pros e contras como todo esporte tem, sou praticante a mais de 20 anos, os conceitos basico da minha academia, se o aluno desrespeitar pai e mae ta fora, brigou na rua ta fora dentre outras coisas, aqui ensinamos essas pessoas serem ser humanos melhores, mas cada um tem uma metodologia e ponto de vista, so nao quero que seja marginalizado novamente esporte pelos comentarios de Danilo C....uma boa tarde a todos.. OSSSSS

    ResponderExcluir
  11. Muito bem Houdini. Parece-me que você é um profissional responsável.

    ResponderExcluir
  12. bom, no caso o escritor dessa m... de texto nao conhece uma arte marcial.. dentro das artes, em longo tempo de treinamento e dedicaçao, aprendemos tambem sobre o respeito, e principalmente a nunca usar a violencia. Aprendemos a lutar por esporte, paixao e estilo de vida; nao por violencia... procure entender as artes marcias antes de falar algo tao escroto... podemos ver no caso de dois alunos do mauricio shogun, que brigaram fora da academia, alem de um simples sermao, foram expulsos de uma das melhores academias de mma do pais... por que nao proibir entao o futebol ? que torcidas, brigam,se mantam,e diaba 4, por causa de 22 homens correndo atras de uma simples bola. que sinceramente,á muito mais violencia no futebol do que no mma, e vcs sabem muito bem disso... um abraço a todos os praticantes de artes marciais, tamo junto ... OSSS !!!

    Augusto Machado- Itapema-SC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos re-ordenar suas próprias palavras para mostrar um erro: "aprendemos também sobre o respeito", "bom, no caso o escritor dessa m... de texto", "antes de falar algo tao escroto...". Como era mesmo a questão do respeito? Ele não é só para o Sensei e seus colegas, é para vida toda. Mais atenção às aulas. Oss!

      Excluir
  13. Só acho que o pessoal que tá comentando contra o texto precisa se abster de xingamentos ao autor do texto, já que isso não dá credibilidade aos comentários de vocês.
    Como estudante de Artes Marciais, e apreciadora de um bom UFC, eu devo dizer que discordo do que pensa o autor da postagem, embora consiga compreender o seu ponto de vista. Só que se criou um mito. Um mito que nos diz que as pessoas se tornam violentas por causa do MMA, o que é uma falácia. As pessoas não se tornam violentas... Elas o são naturalmente! Basta vermos as inúmeras brigas de torcida que temos para ver que o ser humano coisas alheias a ele como desculpa para descarregar a sua angústia.

    O MMA é sim um esporte violento, mas um esporte também de profissionais que são amparados por vários outros profissionais responsáveis pela sua integridade física. Quem o pratica, sabe o risco que é e o aceitou de livre e espontânea vontade. São dois seres humanos adultos e donos de si mesmos, devemos lembrar.

    As Artes Marciais são violentas, mas controversamente, elas pregam a paz, mas principalmente o respeito e a disciplina. Eu sou professora de Ensino Fundamental, e ferrenha defensora das Artes Marciais. Acho que elas contribuem e muito pro desenvolvimento mental e espiritual. Só que infelizmente só fazendo para compreender. Acho complicado alguém que nunca tenha praticado entender o que se passa durante uma luta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mandou bem, só discordo do quesito violência na medida em que muitos colocam o MMA como mais violento que outros esportes já conhecidos, não só de luta. Dizer que o MMA incentiva a violência também é um erro que beira a ingenuidade, lutas existem desde muito antes do surgimento do MMA e aparecem em desenhos animados, filmes, jogos e até novelas. Uma pessoa que marca brigas na internet com certeza não está matriculada em uma academia de Artes Marciais.

      Excluir
  14. Pratico Wyng Tjun (arte marcial chinesa na qual Bruce Lee se baseou para criar o seu Jeet Kune Do). Concordo sim com o autor, podem me xingar também que minha opinião não vai mudar: como que um esporte onde o objetivo é nocautear o outro a todo custo, onde na maioria das lutas que assisto até hoje tem sangue não é violento? Vão querer me convencer disso também? Dou risada simplesmente. Vêm me falar que todo esporte tem riscos? Sim, pode acontecer algum acidente na corrida por exemplo mas foi uma fatalidade rara. Agora numa luta destas te garanto que tem esse risco a todo momento. É um esporte de alto risco sim, assim como corrida de motos também é, só não vê quem é cego ou fanático! Esporte para mim tem que ser saudável e construir um físico, mente e saúde melhor e não te trazer sequelas depois como as lutas de Muay Thay em que os lutadores se aposentam cedo (por que será heim?).

    Na arte que pratico para começar nem existe competições, pois como é para defesa pessoal não existem regras na luta e muitos golpes são perigosos. Nunca gostei de competição nem em luta nem em outras áreas, isso infelizmente é um dos males do ser humano que ao invés disso deveria desenvolver o espírito de solidariedade. Espírito competitivo estimula a inveja, a ira e outros sentimentos negativos. Como somos livres venho aqui manifestar minha opinião, a qual não mudo embora respeite o direito de quem quer ficar se matando nos ringues. Cada um faz o que quer só não tentem me convencer de que não é um "esporte" violento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Explique como superar limites sem competições? Esporte é diferente de Lazer, Jogos ou brincadeiras. Existem modalidades como o Karatê ou Tae Kwon Do que tem competições tão organizadas como o MMA e sua filosofia se mantém intocada. Todo esporte de contato tende a ocasionar "violência" para leigos que não reconhecem a técnica utilizada, no MMA não só o nocaute é uma forma de vencer como também a submissão, são técnicas e exigem muito treino, não se trata de violência gratuita como touradas, rodeios e outros em que um ser "indefeso" é massacrado. São dois atletas preparados para dar seu melhor e isso não foi inventado agora, existe desde a antiguidade. O MMA é apenas um encontro de várias modalidades que em si já possuem competições diretas e indiretas.

      Excluir
  15. Obrigado Adial Júnior!
    Você me parece uma pessoa bastante sensata.
    Recebi tantos xingamentos por aqui que pensei que estava sendo jogado aos leões.
    É bom tê-lo conosco.
    Abs.

    ResponderExcluir
  16. Danilo,

    Suas palavras já denotam o seu perfil violento.

    É justamente disso que estamos falando.

    O box também é um absurdo!

    Não é preciso dizer mais nada!

    ResponderExcluir
  17. Não entendo o porquê de tanta agressividade em determinados comentários!

    Conheço lutadores e sei que o esporte é levado à sério.

    Com todo o respeito, acho que a violência no MMA ultrapassa todos os limites do tolerável.

    O pior de tudo é ver crianças achando um banho se sangue normal!

    Não estou dizendo que os lutadores e admiradores irão sair pelas ruas quebrando os outros.

    Gosto não se discute! : )

    ResponderExcluir
  18. Vamos acabar com box, mma e todo tipo de luta estas porcarias so levam a violencia fsica e labial como: seu merda.

    ResponderExcluir
  19. Oi Tolentino, estou 100% contigo. A gente precisa fazer alguma coisa para essa barbaridade não ganhar corpo. Mas, enfrentar o poder econômico da rede GLOBO e o Sr.GALVÃO BUENO não será fácil. Para estes, muito lucro é o objetivo não interessando de que forma.

    Tolentino passo o meu e-mail: ferminoluiz2@gmail.com, vamos pelo menos continuar no boca-a-boca. Um abraço.

    ResponderExcluir
  20. O fato é que há muita grana envolvida no negócio do MMA. E o que ninguém diz é sobre os danos que os socos e chutes recebidos causam no sistema nervoso central dos lutadores. Dentre eles estão: hemorrarias; dissecção carotídea ou trombose. Além destas, existe a condição da dementia pugilistica do boxeador ou a síndrome punch drunk caracterizada pelo efeito cumulativo dos repetidos traumas cranioencefálicos.

    O slogan mais correto para o boxe deveria ser: "diversão para muitos, traumatismos cranioencefálicos para os lutadores."

    Email: fferrari.psi@gmail.com

    ResponderExcluir
  21. Realmente, esse negócio de UFC (e modalidades similares) é grotesco:

    http://www.msn.com/pt-br/esportes/lutas/retrospectiva-2014-relembre-os-rostos-mais-estragados-do-ufc/ss-BBh8vmh?ocid=iehp

    ResponderExcluir
  22. Eu entendo que algumas pessoas defendam o MMA porque gostam.
    Mas eu sou da opnião do Irineu e acho realmente surpreendente MMA e demais esportes desse nível de brutalidade serem socialmente aceitos. Acho mais surpreendente ainda eles fazerem tanta propaganda em cima dos lutadores, como se fosse heróis.
    Quer dizer, eles lutam pelo quê? Dinheiro? Fama? Diversão? Então me diz, herói de quê?
    Pra mim não passa de circo, seria cômico se não fosse tão brutal.

    ResponderExcluir
  23. esse primeiro comentário do Danilo já mostra o ânimo agressivo do cara, ele deve do tipo que qualquer problema, prevalecendo-se do físico e técnica deve ter prazer em agredir um leigo.
    Existe muita gente que luta e que sabe conter o espírito de agressão e esses eu respeito muito.
    Não gosto do MMA mas como as pessoas estão nele por livre vontade não me oponho.

    ResponderExcluir